segunda-feira, 27 de março de 2017

Inscrições para o Clic Ambiental encerram dia 3 de abril

  A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma) de Caxias do Sul prorrogou até o dia 3 de abril as inscrições para o XI Clic Ambiental. O objetivo é premiar as melhores fotografias relacionadas ao tema “Turismo Consciente”, sob o slogan “Na bagagem, apenas o registro”. A temática está em consonância com a Semana Municipal do Meio Ambiente deste ano. A ideia foi inspirada na Organização das Nações Unidas, que declarou 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento.

  De acordo com a secretária titular da Semma, Patrícia Rasia, a prorrogação do prazo tem o objetivo de oportunizar que mais pessoas participem do Clic. “Decidimos ampliar o período para que mais pessoas possam mostrar seu trabalho e aproveitar essa transição do verão para o outono, que pode render fotografias incríveis”, destacou. A premiação será dividida em quatro modalidades.

  Três delas contemplam localidades específicas de Caxias do Sul, selecionadas para o concurso: Parque Municipal Mato Sartori, Monumento Natural Municipal Palanquinho e o Roteiro Caminhos do Interior. Estas modalidades serão disputadas pela categoria livre, destinada à comunidade em geral. Uma quarta modalidade, que aceita fotografias de quaisquer lugares da cidade, é destinada apenas à categoria escola, na qual participam estudantes regularmente matriculados em instituições públicas ou privadas. O intuito é facilitar a participação dos alunos, estimulando a visão turística.

   O Parque Municipal Mato Sartori representa as belezas naturais presentes em uma área de preservação ambiental, no centro da cidade. O local estará aberto para visitação até o dia 31 de março, em dias úteis, das 8h30 às 16h, e fica na Rua do Guia Lopes, 28. O Monumento Natural Municipal Palanquinho, no distrito de Criúva, é a única unidade de conservação do Município. O Roteiro Caminhos do Interior, por sua vez, abrangerá imagens que retratem a sociodiversidade, a cultura, as tradições e as belezas naturais. O trajeto compreende os distritos de Vila Oliva, Fazenda Souza e Santa Lúcia do Piaí.


   Para participar do Clic Ambiental, é preciso preencher a ficha de inscrição na Semma e entregar as fotos até 3 de abril, das 10h às 16h, no setor de Educação Ambiental. A participação no concurso é gratuita. O regulamento e as fichas de inscrição estão disponíveis na página da Semma, link concursos, no site da prefeitura.


Fonte: Ass.Prefeitura (Semma)


quinta-feira, 23 de março de 2017

Entrega voluntária de resíduos acontece todos os sábados em Farroupilha

 comunidade farroupilhense está convidada para fazer a entrega voluntária de seus resíduos seletivos  e garantir o descarte correto. Os resíduos seletivos se transformam em matéria-prima para a Associação dos Recicladores de Farroupilha. O Ponto de Entrega Voluntária acontece todos os sábados, das 8h às 11h, no CEAC (Rua 14 de Julho, 713, Centro). 

Fonte: Ecofar

Foto: Divulgação


terça-feira, 21 de março de 2017

Bento Gonçalves adere a Hora do Planeta

A Hora do Planeta é um ato simbólico organizado pela World Wildlife Fund (WWF), que busca alertar as pessoas do mundo sobre a importância de proteger o planeta contra efeitos ambientais negativos. A repercussão ocorrerá no dia 25, próximo sábado, das 20h30 às 21h30, momento em que todo o mundo apaga as luzes por uma hora para demonstrar a preocupação com o aquecimento global. Na Capital Brasileira do Vinho, as luzes da Pipa Pórtico, símbolo turístico do município, serão desligadas.

Vale destacar que o evento não se trata de um “apagão”, mas, sim, de uma ação voluntária. Sendo assim, nem todas as luzes da cidade serão apagadas, mantendo-se principalmente aquelas necessárias para a segurança, tais como semáforos e luzes de ruas e avenidas.


A Hora do Planeta ocorre anualmente em março, mês escolhido por coincidir com o equinócio de primavera, no Hemisfério Norte, e o de outono, no Hemisfério Sul. Isso permite que o impacto visual, ao desligar as luzes, seja maior, uma vez que o fim do dia acontece em momentos próximos nos dois hemisférios.

Foto: Divulgação

Dia Mundial da Água terá atividades em Caxias do Sul

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) promoverá uma programação especial pelo Dia Mundial da Água nesta quarta-feira (22). Serão ministradas palestras e jogos interativos para alunos de todas as séries, sob o tema “Cuidado e Preservação da Água”. As atividades acontecerão no Museu da Água, que fica nos Pavilhões da Festa da Uva, durante todo o dia. A palestra e os jogos interativos terão duração de cerca de uma hora, para turmas de até 30 alunos. As dinâmicas serão orientadas de acordo com a faixa etária dos participantes.

Os educadores ambientais do Samae procuraram desenvolver atividades mais práticas para os estudantes, como jogos que terão o formato de quiz, em que os alunos serão testados sobre os conhecimentos adquiridos durante a didática.

CRIANÇAS:
Será apresentada uma palestra sobre a importância da água, com dicas de economia e preservação. Após, serão feitas oficinas recreativas com a turma, em que serão abordados os conhecimentos transmitidos na palestra. As premiações das brincadeiras serão materiais informativos do Samae, livrinhos e gibis.

ADOLESCENTES:
Palestra mais dinâmica com vídeos, fotos e questionamentos sobre as Estações de Tratamento de Água (ETAS) e Estações de Tratamento de Esgoto (ETES), como funcionam, a importância do consumo consciente de água e as consequências para o meio ambiente, se o uso da água não for adequado. Depois será realizada uma dinâmica com perguntas referentes à palestra.

ADULTOS:
Palestra didática e técnica, abordando o conhecimento químico e físico do tratamento junto com a história do Samae e outras informações contidas nas demais palestras, porém com linguagem mais técnica.

Todas as escolas da rede municipal, estadual e privada de ensino estão convidadas a participar. Agendamentos devem ser feitos com a equipe de Educação Ambiental do Samae no telefone 3220.8600.

Foto: Divulgação



sexta-feira, 10 de março de 2017

É preciso tirar proveito de materiais utilizados em sua fabricação

Cada vez mais, será necessário consumir menos. Se a natureza é a fonte de matéria-prima que dá origem aos produtos, um produto não pode ter vida tão curta e ir parar na lixeira como se não tivesse mais nenhum valor. É preciso tirar o máximo de proveito de todos os materiais utilizados em sua fabricação. Reduzir, reaproveitar e reciclar agora são palavras de ordem num mundo onde nem mais uma árvore deveria ser derrubada. 
 Os impactos causados ao meio ambiente para a produção de bens de consumo estão diretamente relacionados à forma como estes são idealizados, planejados e desenvolvidos. Quanto maior for a dependência de um produto em relação aos recursos naturais, maior será seu custo monetário, ambiental e social. Contrapondo-se à cultura predominante do descarte, um novo modelo, menos agressivo ao meio ambiente começa a ganhar força no mundo inteiro, desenvolvendo produtos sustentáveis.

Custo baixo x benefício alto – Um número grande de empresas está captando essa tendência e transformando o desafio da sustentabilidade em uma oportunidade de negócio, tirando partido de uma relação custo x benefício diferenciada: custo baixo e benefício grande. 
Produtos que revelam essa nova tendência são peças utilitárias e até obras de arte idealizadas sob a perspectiva do desenvolvimento sustentável. Com criatividade e boa vontade, o que era descarte se transforma em novo produto. Coisas incríveis, feitas com materiais descartados que cumpriram seu ciclo de vida para o consumidor e que voltam com nova utilidade.

Fonte: Blog do lixo
Fonte: Divulgação



quarta-feira, 1 de março de 2017

Biomas brasileiros é tema da Campanha da Fraternidade 2017

O tema da Campanha da Fraternidade deste ano é "Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida". A campanha tem como lema "Cultivar e guardar a criação". As atividades foram lançadas durante entrevista coletiva do bispo Dom Alessandro Ruffinoni na manhã desta quarta-feira (01), no Espaço Mater Dei, na Catedral Diocesana de Caxias do Sul. A campanha marca o período da Quaresma, que os católicos utilizam para reflexão até à chegada da Páscoa. De acordo com Dom Alessandro, o tema também deve servir de integração entre as comunidades religiosas.

O bispo ainda ressalta que a preservação ambiental é uma questão de consciência de cada pessoa. Além disso, defende que o tema deve ser tratado com mais intensidade nas escolas.

A Campanha da Fraternidade se encerra no Domingo de Ramos, em 9 de abril. A data é considerada como dia do Gesto Concreto. É quando ocorre o recebimento dos envelopes distribuídos durante a campanha, com as ofertas dos católicos. O valor arrecadado vai para a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Metade da arrecadação é destinada para a entidade Cáritas Internacional.


Foto: Divulgação


segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Saúde de Farroupilha orienta sobre cuidados no armazenamento de alimentos


Secretaria Municipal de Saúde de Farroupilha, através do Departamento de Vigilância Sanitária, orienta sobre os cuidados no armazenamento de alimentos. Após a compra, os alimentos refrigerados e congelados devem ser armazenados na geladeira ou freezer o mais rápido possível, e consumidos até a data de validade do produto. Ressalva-se que alguns alimentos após aberto possuem nova data de validade de acordo com o fabricante, essa informação pode ser obtida no rótulo da embalagem.
A geladeira não deve ficar muito cheia de alimentos e as prateleiras não devem ser cobertas por panos ou toalhas, porque isso dificulta a circulação do ar frio. Nas prateleiras superiores armazene os alimentos preparados e prontos para consumo, nas prateleiras do meio os produtos pré-preparados e nas prateleiras inferiores, os alimentos crus e os alimentos que serão descongelados.
Os alimentos não-perecíveis devem ser armazenados em prateleiras ou armários limpos, arejados e afastados dos produtos de limpeza e outros com odor forte. Outras orientações quanto à conservação do produto devem ser fornecidas pelo fabricante e devem ser seguidas pelo consumidor.
Fonte: Prefeitura de Farroupilha